Você sabe o que é pentest? Descubra aqui! - Blog Athena Security: Tecnologia e segurança para o seu negócio
Você sabe o que é pentest? Descubra aqui!

Toda empresa que realiza atividades online está sujeita ao vazamento de informações, o que se deve ao fato de hackers aproveitarem-se das falhas dos seus sistemas para espalhar malwares que sequestram arquivos e para praticar demais cibercrimes. Nesse contexto, fazer o pentest, também chamado de Teste de Intrusão, é uma ótima estratégia de segurança.

O recurso pode ser aplicado em um sistema ou rede de computadores com a finalidade de identificar vulnerabilidades que possam servir de entrada para ataques cibernéticos, bem como quais seriam os danos causados por uma invasão. Desse modo, é possível tomar as precauções necessárias para aumentar a segurança dos seus dados.

Ainda não faz pentest na sua empresa? Confira, a seguir, quais são as vantagens de utilizar essa ferramenta e como executá-la!

Quais são as vantagens do pentest?

A aplicação do pentest é uma grande aliada das organizações, uma vez que impacta positivamente não só o departamento de TI, mas, sim, todas as áreas, inclusive, proporcionando economia financeira. Acompanhe os principais benefícios de investir nesse recurso abaixo.

Valida se a postura de segurança da empresa está adequada para lidar com as ameaças atuais

Os gestores de segurança costumam criar estratégias e definir orçamentos com o objetivo de entregar um nível de segurança que esteja de acordo com as características da organização. No entanto, as ameaças virtuais evoluem constantemente, logo, é preciso saber se a estratégia estabelecida é capaz de eliminar os riscos atuais.

Com a realização do pentest, é viável testar as defesas da companhia em todos os aspectos, como tecnologia, processos e pessoas. Se bem-feito, o teste utiliza técnicas avançadas de ataque, da mesma maneira que hackers o fariam. Portanto, ele coloca à prova a sua segurança e demonstra possíveis brechas a serem corrigidas.

Fornece feedback sobre as rotas com mais risco na organização

O pentester, profissional responsável por procurar vulnerabilidades nos sistemas da corporação, pensa constantemente fora da caixa, tentando, de todas as formas, furar o bloqueio da segurança e entrar na sua rede ou nos sistemas. Isso traz à tona as principais falhas que a sua equipe de desenvolvimento não considerou anteriormente.

Os relatórios que são gerados pelo Teste de Intrusão fornecem feedbacks completos sobre o que priorizar nos investimentos futuros em Segurança da Informação e sobre o que deve ser feito imediatamente para afastar invasores.

Diminui os erros de segurança

Ao verem e entenderem como os invasores externos entram nos seus sistemas, os desenvolvedores terão mais conhecimento e motivação para continuar melhorando a sua educação em Segurança da Informação, o que diminui a ocorrência de erros parecidos no futuro.

Isso significa que a empresa perderá menos tempo de produção por conta da inatividade dos seus sistemas, evitando prejuízos financeiros e manchas na sua reputação em decorrência de ataques virtuais.

Ajuda a conseguir mais orçamento para a área de TI

É verdade que o departamento de TI tem recebido mais atenção dentro das empresas nos últimos anos, mas os gestores da área ainda encontram certa resistência na hora de solicitarem mais orçamento para melhorar as condições do ambiente virtual.

Conforme já foi dito, o pentest disponibiliza relatórios completos sobre ameaças que rondam os sistemas e a rede da organização e sobre quais danos que podem causar. Com essas informações em mãos, você terá mais facilidade para aumentar o orçamento de TI, pois comprovará que a área realmente precisa de investimento e que isso pode evitar prejuízos ainda maiores devido a ataques de hackers.

Como é feito um pentest?

Há um padrão a ser seguido para executar o pentest. Trata-se do ‘’Penetration Testing Execution Standard’’ (PTES), que foi criado com a intenção de padronizar e facilitar os processos do teste, tanto para o testador quanto para a empresa que solicita o serviço. Veja, abaixo, quais etapas devem ser seguidas.

Pré-acordo de interação

É quando a empresa que contrata o serviço e o testador combinam o que será testado, quais os meios de teste e qual o objetivo disso. Para firmar o acordo, é assinado um contrato de sigilo entre as partes.

Fase de reconhecimento

A equipe de testadores começa o seu trabalho levantando o máximo de informações sobre a empresa a ser analisada.

Fase de varredura

Os testadores efetuam uma varredura completa na rede para descobrir o que está presente, como sistemas operacionais, servidores, range de IPs e portas abertas.

Fase de obtenção de acesso e exploração

Com base nas informações colhidas na fase anterior, o pentester explora cada item separadamente, visando a identificar possíveis vulnerabilidades.

Fase de obtenção de evidência e relatório

Depois da identificação de todas as falhas e de possíveis ameaças, as evidências são registradas e arquivadas pela equipe testadora. Na sequência, é elaborado um relatório detalhado sobre as vulnerabilidades e prejuízos que a companhia poderá ter, caso haja uma invasão.

Assim como as tecnologias e ferramentas de segurança digital evoluem, as ameaças cibernéticas também se modificam e ganham força. Por meio do pentest, a empresa pode testar a solidez dos seus sistemas, detectando falhas e criando barreiras que evitem ou minimizem ações de agentes perigosos.

Tem dúvidas sobre como reconhecer falhas na sua rede e nos sistemas? Entenda as diferenças entre análise de vulnerabilidade e pentest!

 

Thiago Cabral

Bacharel em administração e pós-graduado em Gestão e Governança de TI pela FIAP. Com cerca de 10 anos de experiência no mercado de segurança da informação, ajudou a fundar a empresa Athena Security, onde atua como Sócio-Diretor responsável pelas estratégias de Marketing e pela qualidade de atendimento ao cliente. Acredita que a chave para o sucesso é a especialização, atendimento consultivo e visão inovadora.

Powered by Rock Convert

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This