O que é DPO (Data Protection Officer)? Entenda a importância desse profissional - Blog Athena Security: Tecnologia e segurança para o seu negócio
O que é DPO (Data Protection Officer)? Entenda a importância desse profissional

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrará em vigor a partir de 2020 e isso fará com que as organizações precisem rever muitas ações desenvolvidas. Será necessário tomar todos os cuidados exigidos com os dados dos clientes, funcionários e fornecedores, para que nada viole a nova legislação, o que implica penalidades altas.

É por isso que você precisa saber o que é DPO, um profissional que poderá ajudar muito para que a LGPD seja cumprida. Neste post, vamos esclarecer questões acerca do tema, como o perfil necessário para esse cargo, as funções desenvolvidas, a forma como ele é implementado etc. Acompanhe agora mesmo!

O que é DPO e qual é o perfil desse cargo?

DPO é uma sigla para Data Protection Officer. Trata-se de um profissional que é o encarregado pela administração dos dados em uma organização. Ele precisa ter liberdade de acesso e autonomia para fiscalizar os processos nas empresas.

Por se tratar de algo relativamente novo, ainda não existe uma formação técnica em DPO. No entanto, para exercer esse cargo, recomenda-se a escolha de uma pessoa que alie conhecimentos nas áreas de Direito e TI.

É preciso que o DPO tenha conhecimento sobre as leis de proteção de dados, bem como saiba como implementar e fazer com que elas sejam cumpridas no uso de hardwares e softwares, garantindo a segurança da informação.

Que funções o DPO desenvolve na empresa?

A própria LGPD traz, em seu artigo 41º, algumas das funções que devem ser desenvolvidas pelo Data Protection Officer. São as seguintes:

“I – aceitar reclamações e comunicações dos titulares, prestar esclarecimentos e adotar providências;

II – receber comunicações da autoridade nacional e adotar providências;

III – orientar os funcionários e os contratados da entidade a respeito das práticas a serem tomadas em relação à proteção de dados pessoais; e

IV – executar as demais atribuições determinadas pelo controlador ou estabelecidas em normas complementares”.

Assim sendo, de forma resumida, podemos dizer que o DPO é o responsável por analisar e tomar as medidas cabíveis, para que a LGPD seja cumprida em sua plenitude. Ele também deve orientar os funcionários e gestores sobre as melhores práticas a serem desenvolvidas nesse sentido.

Por que esse profissional ganhará espaço com a implementação da LGPD?

A LGPD prevê sanções severas para as empresas que não a cumprirem em sua totalidade. Para se ter uma ideia, as multas podem chegar a 2% do faturamento total da pessoa jurídica, até chegarem a R$ 50 milhões.

Para evitarem que isso aconteça, as empresas precisarão contar com o suporte de um Data Protection Officer que conheça a nova legislação a fundo e saiba como utilizar a tecnologia para que tudo seja cumprido.

Entendido o que é DPO? Esse profissional pode ajudar muito no desenvolvimento e na aplicação de estratégias voltadas para a proteção de dados nas empresas. Ele contribui muito para que a LGPD seja seguida à risca nas organizações.

O nosso post foi útil? Para saber mais sobre o assunto, veja agora a nossa webinar que mostra quais cuidados você deve tomar com a Lei Geral de Proteção de Dados.

 

Thiago Cabral

Bacharel em administração e pós-graduado em Gestão e Governança de TI pela FIAP. Com cerca de 10 anos de experiência no mercado de segurança da informação, ajudou a fundar a empresa Athena Security, onde atua como Sócio-Diretor responsável pelas estratégias de Marketing e pela qualidade de atendimento ao cliente. Acredita que a chave para o sucesso é a especialização, atendimento consultivo e visão inovadora.

Powered by Rock Convert

COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This