fbpx

Como os X-Men podem ser introduzidos no MCU? Confira aqui

4 minutos para ler

Desde que foi anunciada a fusão entre a Disney e a Fox, os fãs da MCU — o universo compartilhado de filmes da Marvel — começaram a sonhar com a inclusão dos X-Men nesse universo.

Mas a pergunta que não que calar é: como será feita essa introdução? Será que a Marvel Studios dará continuidade ao que foi construindo pela Fox? Teremos um reboot com uma nova origem dos personagens?

A forma como os X-Men serão introduzidos poderá definir o futuro do MCU, principalmente agora que a Disney passou a investir pesado em seu serviço de streaming, podendo cruzar os universos entre filmes e séries de maneira mais fluida, com a entrada de novas sagas.

Nós também estamos curiosos para saber como será essa introdução e, enquanto não sai nada oficial, trazemos aqui as nossas teorias sobre as possíveis maneiras de os X-Men adentrarem o universo cinematográfico da Marvel. Confira!

A origem das mutações pode acontecer em “Os Eternos”

Se a intenção da Marvel for fazer um reboot de X-Men, essa oportunidade pode surgir no filme “Os Eternos”, programado para estrear em 2021.

Isso porque, na mitologia do Universo Marvel, quando os seres cósmicos conhecidos como Celestiais chegaram à Terra, uniram o seu DNA ao dos ancestrais pré-históricos da humanidade, com o intuito de criar formas de vidas mais fortes geneticamente. Dessa fusão de DNA surgiram três espécies de vida, os Eternos, os Deviantes e os Humanos.

Apesar de os Humanos não ganharem os incríveis poderes e longevidade dos Eternos, o DNA deles tem um potencial incrível para mutações. Todos os terráqueos sobre-humanos que fazem parte do Universo Marvel, sejam eles inumanos, supersoldados ou mutantes, são resultados dessas alterações genéticas produzida pelos Celestiais. Assim, esse pode ser o pontapé inicial para recomeçar a saga.

A origem de Mercúrio e Feiticeira Escarlate

Há a possibilidade de a Feiticeira Escarlate ser a chave para essa introdução, afinal, tradicionalmente, Wanda e seu irmão Pietro são colocados como sendo filhos mutantes de Magneto. No MCU, a origem dos poderes sobre-humanos de Wanda e seu irmão são explicados como sendo fruto de uma experiência genética da Hydra.

Ficamos sabendo que foi a exposição ao cetro de Loki que desbloqueou o potencial genético deles. No entanto, é possível que eles sempre tenham tido o gene mutante e que tenham precisado apenas de um catalisador externo para despertar esses poderes inatos.

Isso abriria margem para a descoberta de outros mutantes, com poderes adormecidos ou não. Vale lembrar que Mercúrio é um personagem que aparece com bastante destaque na franquia de X-Men da Fox e já foi introduzido na MCU, com algumas características diferentes.

O filme Capitã Marvel 2 poderia introduzir o pai de Ciclope

Nos quadrinhos, um dos períodos mais importantes na vida de Carol é quando ela encontra os Piratas Siderais — um grupo de piratas espaciais que já fizeram parte de algumas aventuras dos X-Men e de outros personagens da Marvel. Nesse grupo, temos um personagem chamado Corsário, o líder dos piratas siderais e pai de Ciclope.

Colocar a versão do Capitão da MCU em um caminho semelhante ao que levou as personagens dos quadrinhos até os piratas pode ser uma oportunidade de fazer a introdução a um personagem tão importante dos X-Men.

Essas são algumas das teorias para a entrada dos X-Men no MCU, introdução essa muito antecipada por se tratar de personagens que sempre foram o carro-chefe do Universo Marvel e que despertam nostalgia em pessoas de todas as idades. Não importa como será essa introdução, o que nós fãs queremos é que ela aconteça o mais breve possível.

Gostou do post? Então, vamos continuar falando sobre cultura pop, conhecendo 4 personagens que tem habilidades baseadas em tecnologia. Confira!

Você também pode gostar

Deixe um comentário

Share This