fbpx

Como implementar análise preditiva no setor de TI da sua empresa?

4 minutos para ler

Preparar-se com antecedência é vital para garantir a estabilidade e bom funcionamento do setor de TI. Nesse sentido, foi criada a análise preditiva que consiste em um método que examina os dados atuais e históricos da empresa para realizar previsões mais precisas sobre o futuro.

Com tantas tecnologias disponíveis, as organizações acessam e coletam dados em um volume cada vez maior. A partir de técnicas de análise preditiva, como modelagem estatística, machine learning (aprendizado de máquina) e mineração de dados, se pode utilizar essas informações para identificar comportamentos, tendências, resultados esperados e eventuais oportunidades para melhorar o negócio.

Quer implementar essa ferramenta na sua empresa? Acompanhe, a seguir, as melhores dicas para potencializar as atividades em TI!

Monte uma equipe para análise preditiva

Em primeiro lugar, é recomendado construir uma equipe com profissionais especializados no assunto, que será responsável por encontrar oportunidades e criar estratégias. O ideal é que esse time seja diversificado e apresente conhecimentos sobre:

  • problemas do negócio;
  • conteúdo;
  • análise preditiva;
  • análise de dados;
  • banco de dados;
  • planejamento corporativo.

Compreenda quais são as métricas adequadas para a sua empresa

O próximo passo é determinar quais são os dados que serão analisados. Para tanto, é imprescindível estar ciente de quais são os objetivos da empresa, na área comercial e no departamento de TI. Ignorar esse processo resulta em uma análise preditiva ineficiente.

Assim sendo, comece levantando hipóteses, como quais problemas a análise preditiva deverá resolver. Com isso, se pode organizar os dados e selecionar as melhores métricas.

Defina como será a obtenção e operacionalização dos dados

Para que não ocorram imprevistos, é preciso que a implementação da ferramenta seja cuidadosamente planejada. O seu processo de criação pode ser otimizado a partir de técnicas que utilizam refinamentos interativos e que também ajudam aperfeiçoar o modelo de análise preditiva no decorrer da sua instauração.

É importante assegurar a obtenção e de que forma os dados poderão ser acessados. Indica-se produzir um inventário contendo todos os conjuntos de dados, além de um catálogo com metadados técnicos para que os aplicativos utilizados especificamente para esse tipo de análise consigam acessar as informações corretas.

Encontre bons fornecedores

Os sistemas utilizados pela empresa para fazer a análise dos dados tem que estar de acordo com as suas expectativas. Levando isso em consideração, é crucial que os fornecedores das ferramentas sejam especializados.

Caso o seu negócio não disponha de toda a estrutura necessária para a análise preditiva, o mais apropriado é contratar uma empresa terceirizada para gerenciar os seus ativos de TI.

Tenha uma política de governança de dados eficiente

O ambiente empresarial está sempre mudando e costuma coletar um grande volume de novos dados todos os dias, tanto de fontes internas quanto externas. Diante disso, ter uma política de governança é indispensável para definir e assegurar a qualidade e consistência dos dados obtidos.

A adoção dessa prática viabiliza a implementação de orientações de uso, o que evita interpretações erradas e, consequentemente, falhas que tragam resultados negativos para a organização.

No setor de TI, a análise preditiva agrega praticidade para identificar riscos e traz informações sobre eventuais problemas a serem resolvidos na infraestrutura da empresa. Com ela, as equipes operacionais podem se tornar mais proativas, já que não precisam aguardar os relatórios de erros para detectar e corrigir falhas rapidamente.

Ao utilizar essa solução, a rede da organização fica menos vulnerável e tem mais estabilidade. Isso significa que os períodos de inatividade não planejados são reduzidos, gerando economia de tempo e dinheiro.

Gostou desse post? Curta a nossa página no Facebook e fique por dentro das principais novidades no mundo de TI!

 

Thiago Cabral

Bacharel em administração e pós-graduado em Gestão e Governança de TI pela FIAP. Com cerca de 10 anos de experiência no mercado de segurança da informação, ajudou a fundar a empresa Athena Security, onde atua como Sócio-Diretor responsável pelas estratégias de Marketing e pela qualidade de atendimento ao cliente. Acredita que a chave para o sucesso é a especialização, atendimento consultivo e visão inovadora.

Powered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe um comentário

Share This